Prisioneiro

Você é prisioneiro do outro?
Pode não entender minha pergunta, mas explico:
Quando pergunto se você é prisioneiro de outro também pergunto o quanto você se deixa afetar pelos outros que estão a sua volta?
O quanto que o humor de outra pessoas pode afetar você significantemente?
Nós seres humanos vivemos prisioneiros dos humores alheios.
Que acha você de parar com isso?
Vamos começar com um exemplo qualquer , se você vai trabalhar e no trabalho encontra um colega que esta de péssimo humor ,que vê tudo de forma desastrosa e negativa, como você reage?
Provavelmente em menos de 10 minutos você também estará de mau humor também.
Ou quando você recebe um comentário que não gostou?
Você simplesmente aceita ou descarta e segue seu dia? ou fica remoendo tal comentário o dia todo e ainda leva para o lado pessoal prometendo se vingar?
Sejamos leve, não vamos permitir que o outro nos afete de tal forma que vivenciamos os humores alheios.
Vamos evitar julgar e levar tudo para o lado pessoal e talvez sermos um pouquinho empatas com o próximo .
Talvez a pessoa que lhe atendeu mau na padaria, esteja passando por sérios problemas na família e você levou o péssimo atendimento dele como uma afronta pessoal e em nenhum momento lembrou que o mundo não é só o seu, que todos temos problemas e passamos por situações nem sempre agradáveis e que muitas vezes a vida acaba se tornando preto e branco para alguns.
Mas voltando ao fato de ser prisioneiro….Você vai permitir que aquela energia ruim, comentário, critica, atendimento contamine seu dia inteiro, quando na verdade o problema nem foi com você?
Porque quer carregar um peso que não é seu?
Convido todos a serem mais filtro e menos esponja.
Leandro Karnal é um historiador brasileiro, já nós diz que uma pessoa não pode se ofender de forma nenhuma, a menos que esta seja ” ofensível” por natureza ou ate mesmo por burrice.
Pois ao ser insultado devemos sempre analisar o tal insulto, se ele não é verdadeiro ,logo não existe o insulto porque em sua consciência você sabe ser uma inverdade, agora se for verdade resta a você admitir a verdade e logo também não será um insulto por se tratar de uma verdade.
Assim é em nossa vida diária,devemos ser livres, não nos deixar afetar por humores alheios e viver o nosso próprio humor.
Convido você a deixar de ser prisioneiro e venha ser livre!
Venha ser você mesmo.
Dieinny Mel

Quem Somos

Nosso foco é transformar pessoas, através de técnicas e métodos eficazes, desempenhando o melhor potencial que existe em cada ser, tanto no âmbito pessoal, quanto organizacional.

Localização

Avenida Dr.Julio Marques Luz Número 1793A – Jatiúca, Maceió – AL, 57035-700